Cinema

Albatros

 

cleansafe IGAC 03

TicketLine net

Auditório João César Monteiro

Neste evento é obrigatória a apresentação do Certificado de vacinação, de teste negativo à COVID19 válido, ou de recuperação da doença.

SEXTA-FEIRA, 25 de FEVEREIRO, 21H30

Realização: Xavier Beauvois
Intérpretes: Jérémie Renier, Marie-Julie Maille, Victor Belmondo
Género: Drama
Origem: França, 2021
Duração: 1h55
M/12

Sinopse: Laurent, comandante de brigada numa pequena vila na Normandia, pede em casamento a sua companheira Marie, com quem tem uma filha ainda pequena, Poulette. Embora tenha gosto no trabalho, vê-se diariamente confrontado com a miséria social. Inesperadamente, a sua vida vai virar-se do avesso quando, ao tentar salvar um agricultor que ameaça suicidar-se, acaba por matá-lo acidentalmente. 

Auditório João César Monteiro |  Entrada: 4,00 euros

Sessão sem intervalo – Com marcação de lugares – Programação sujeita a alterações

____________________________________________________________
 

cae rodap

Cartaz GoncaloCadilhe web

 

cleansafe IGAC 03

Auditório João César Monteiro

Neste evento é obrigatória a apresentação do Certificado de vacinação, de teste negativo à COVID19 válido, ou de recuperação da doença.

Domingo, 6 de fevereiro | 16h00 | Duração: 1h00 | M 6 anos

Apresentação do Documentário Sobre a Figueira da Foz
Da autoria do escritor Gonçalo Cadilhe

O documentário “Claridade, Uma Viagem nas Origens”, da autoria do escritor figueirense Gonçalo Cadilhe, tem por objetivo dar a conhecer, de um modo mais abrangente e apelativo, curiosidades, pormenores e a história da Figueira da Foz através dos tempos, num equilíbrio entre os primórdios e a atualidade.
De referir que a banda-sonora integra dois temas originais do reconhecido pianista e compositor Júlio Resende, sendo um dos quais uma adaptação da “Canção da Figueira”, imortalizado pela voz de Maria Clara, que inclui a participação de Júlio Machado Vaz.
Sinopse: Será que a Figueira da Foz é mesmo especial? Ou somos nós, os figueirenses, que a sentimos assim? O viajante-escritor figueirense Gonçalo Cadilhe propõe um olhar sobre a cidade de todos os seus regressos a partir de uma perspetiva moldada por décadas de viagens em tantas outras cidades do mundo. Passando pela história e geografia e detendo-se também na paisagem e nas características inatas dos seus conterrâneos, Gonçalo Cadilhe convida-nos a refletir sobre o privilégio de habitar na Figueira da Foz.
Esta sessão contará com a presença do autor Gonçalo Cadilhe.

Produção: Câmara Municipal da Figueira da Foz
Realização: Paulo Fajardo e Gonçalo Cadilhe

Entrada gratuita mediante levantamento de ingresso na bilheteira do CAE

 

____________________________________________________________
 

cae rodap

 
instagram png instagram logo site

cmffpb