Infantil

Xana Toc Toc na selva net

Xana Toc Toc na Selva

DOMINGO, 20 de AGOSTO, 15h30

Na sua avioneta, na sua Biclinha Buzina ou no seu Trolipop, Xana Toc Toc tem vindo a conquistar cada vez mais corações com as suas aventuras na Ilha dos Sonhos. Neste novo espetáculo, Xana Toc Toc chega à selva e convida-nos para cantar e dançar com ela de pé descalço na terra, respirando o ar puro da natureza e ouvindo pássaros exóticos que se refrescam na água da cascata. E chega com uma missão! Um pedido de ajuda que recebeu bem cedinho, certa manhã, onde, numa carta tristonha, um novo amigo desabafa que a selva está sem vida e sem cor, carente de música e alegria. Mas quem será esse novo amigo? É com a missão de alegrar a selva que Xana Toc Toc segue em direção a um lado desconhecido e misterioso da Ilha dos Sonhos, sem suspeitar que vai conhecer muitos amigos novos e viver aventuras tribais, mágicas e alucinantes.

Neste espetáculo não se aplicam descontos.

Grande Auditório | 1h00 | P/ todos | Entrada: 18,00 e 22,00 euros

encontro de coros web

Encontro de Coros Infantil / Juvenil 2017

Associação Pequenas Vozes

DOMINGO, 17 de SETEMBRO, 16h00

Um espetáculo de música, cor, juventude e alegria é o que se propõem oferecer à Figueira da Foz os grupos corais infantis / juvenis, capitaneados pelo anfitrião Coro das Pequenas Vozes da Figueira da Foz, já um ícone da cultura figueirense.

Serão mais de duas centenas de crianças e jovens em palco que, em constante interação, com a sua graciosidade e em simbiose de sonoridades, contagiarão todo o público.

Que a música se faça ouvir!...

Grande Auditório | 2h00 | Para todos | Entrada: 5,00 euros

 

Cartaz A4 logos3h00

29ª Gala Internacional dos Pequenos Cantores

DOMINGO, 16 de JULHO, 15h00 


Após anos de interrupção, a Câmara Municipal da Figueira da Foz relançou, em 2013, a Gala Internacional dos Pequenos Cantores que decorreu, no CAE, com assinalável êxito.

A Gala, iniciativa pioneira no género, nasceu em setembro de 1979 e, desde então, cumpriu os seus objetivos de que destacamos: a criação e divulgação de temas musicais próprios para crianças e por elas interpretadas; a divulgação dos "Direitos da Criança" e de entidades sem fins lucrativos colocadas ao serviço da criança; e o fomento de laços de amizade entre os povos sem distinção de raça, cor, credo, sexo ou origem.

A Figueira da Foz, ao longo destes 28 anos e através da Gala Internacional dos Pequenos Cantores, teve o privilégio de receber mais de 400 participações, das quais cerca de metade estrangeiras, oriundas de 40 países da Europa, América, África e Ásia.

Grande Auditório | 3h00 | Para todos | Entrada gratuita, mediante o levantamento de inguressos na bilheteira do CAE, a partir de 3 de julho.

 

cmffpb