Teatro

Cartaz Digressao Virginia Woolf net

 

Com Diogo Infante e Alexandra Lencastre

SÁBADO, 28 de OUTUBRO, 21h30

Grande Auditório | 2h10 (com intervalo) | M 12 anos | Entrada: 15,00 euros

 

Publicado em 1962, “Quem Tem Medo de Virginia Woolf?” esbate-se no espaço entre a realidade e a ilusão, explorando esta matéria no contexto doméstico de um casal de meia-idade armadilhado numa relação amargurada.

Alexandra Lencastre e Diogo Infante são Martha e George nesta versão de um dos maiores clássicos contemporâneos da dramaturgia norte-americana, assinado por Edward Albee.

George e Martha regressam a casa, de madrugada, vindos de uma festa na universidade onde George dá aulas. O pai de Martha, diretor da universidade, apresenta o novo corpo docente, do qual faz parte um novo professor (José Pimentão), que está acompanhado pela sua mulher (Lia Carvalho). É assim que Martha os convida a ir a sua casa. Quando os convidados chegam, George e Martha discutem. No início o jovem casal manifesta algum desconforto, mas à medida que a noite avança, e o álcool começa a surtir efeito, deixam-se envolver no mundo tumultuoso e perturbador dos anfitriões. O que começa como uma noite de Jogos e Brincadeiras transforma-se num monstruoso duelo psicológico entre George e Martha, com inevitáveis repercussões nos convidados.

Texto: Edward Albee - Versão de João Perry a partir da tradução de Ana Luísa Guimarães e de Miguel Granja | Direção: Diogo Infante | Cenografia: Catarina Amaro | Desenho de Luz: Luís Duarte | Figurinos: Maria Gonzaga | Banda Sonora: Rui Rebelo | Assistência de Direção: Leonor Buescu | Produção: Força de Produção | Intérpretes: Alexandra Lencastre, Diogo Infante, Lia Carvalho e José Pimentão

inferno

 

Embarcação do Inferno,

de Gil Vicente

Escola da Noite

SEXTA-FEIRA, 3 de NOVEMBRO, 10h30 e 14h30 – Sessão Escolas

SÁBADO, 4 de NOVEMBRO, 21h30 – Sessão Público Geral

Grande Auditório | 1h00 | M 12 anos | Entrada: 2,00 euros (sessão escolas), 5,00 euros (sessão público geral)

Numa altura em que se comemoram os 500 anos da primeira apresentação do mais estudado e emblemático texto vicentino – o “Auto da Barca do Inferno” –, A Escola da Noite e o  Cendrev convidam os espetadores a voltarem a olhar para a peça e a confrontarem-se com tudo o que ela continua a ter para nos oferecer. 

No programa do espetáculo, José Augusto Cardoso Bernardes salienta: “pela mão qualificada, segura e inventiva d’A Escola da Noite e do Cendrev, ficamos em condições de problematizar temas de sempre: Morte e Vida, Mal e Bem, Ter e Poder. E nem sequer precisamos de sair completamente do século XXI. Com os pés assentes no nosso tempo, bastará alongar o ouvido e apurar a visão para escutar a sensibilidade e a moral de um outro tempo que, afinal, não está ainda tão afastado de nós como pode parecer.”

 

Co-produção: A Escola da Noite / Centro Dramático de Évora | Encenação: António Augusto Barros e José Russo | Interpretação: Ana Meira, Igor Lebreaud, Jorge Baião, José Russo, Maria João Robalo, Miguel Magalhães, Rosário Gonzaga, Rui Nuno | Figurinos e bonecos: Ana Rosa Assunção | Cenografia: João Mendes Ribeiro e Luísa Bebiano  | Luz: António Rebocho | Música: Luís Pedro Madeira | Consultadoria científica: José Augusto Cardoso Bernardes

16711730 1223725774331410 7779920113680536437 n Cpia

 

Mamma Mia

Quiaios Clube

QUINTA-FEIRA, 7 de DEZEMBRO, 21h30

Grande Auditório | 2h10 (com intervalo) | Para todos | 5,00 euros

 

“Mamma Mia” é uma produção/realização do Grupo Cénico do Quiaios Clube.

A jovem e sonhadora Sophie está prestes a casar-se, e por não conhecer o seu pai biológico envia três convites para Sir Carmichael, Harry Bright e Bill Austin, para que os três compareçam no seu casamento. É que sem a sua mãe saber, Sophie leu o seu diário e viu que um dos três homens pode ser de facto seu pai e mesmo ela não sabendo qual deles é, quer que eles presenciem esse momento de felicidade na sua vida ao seu lado. Só que a reação da mãe, a destemida Donna, não é das melhores.

 

Cartaz Mais Respeito bil

 

Com Joaquim Monchique

SEXTA-FEIRA, 24 de NOVEMBRO, 21h30

SÁBADO, 25 de NOVEMBRO, 21h30

Grande Auditório | 2h00 | M 16 anos | Entrada: 15,00 euros

 

A mãe de família e dona de casa mais desesperada da Baixa da Banheira e de Portugal está de volta nesta nova versão de “Mais Respeito que Sou Tua Mãe”.

Esmeralda Bartolomeu continua a sua luta pela sobrevivência no caos de um seio familiar onde tem de lidar com um marido desempregado que só tem apego a futebol; um sogro de 80 anos tão ou mais adicto à marijuana que o seu filho mais novo; uma filha adolescente com um comportamento sexual mais desenvolvido (e desenvolto) que o seu; e um filho mais velho que é gay, e depois deixa de ser… e depois volta a ser… e depois deixa de ser outra vez!

O aguardado regresso de “Mais Respeito que Sou Tua Mãe” assinala os 30 anos de carreira de Joaquim Monchique que veste a pele de Esmeralda Bartolomeu e assina, também, a encenação e adaptação de uma das peças de maior sucesso na Argentina, de autoria de Hernán Casciari.

Texto: Hernán Casciari | Encenação e Adaptação: Joaquim Monchique | Cenografia: Joaquim Monchique e Rui Filipe Lopes | Desenho de Luz: Luís Duarte | Assistente de Encenação: Ana Brito e Cunha | Produção: Força de Produção | Intérpretes: Joaquim Monchique, Luís Mascarenhas, Joel Branco, Tiago Aldeia, Sofia Arruda, Rui Andrade, Diogo Mesquita, Bruna Andrade e Leonor Biscaia

 

 

cmffpb