Música

Cafe concerto LINCE

SEXTA-FEIRA, 16 de MARÇO, a partir das 23h00

Jardim Interior | Entrada gratuita

No final de 2016, LINCE, a.k.a Sofia Ribeiro, a miúda loira de olhos azuis que conhecíamos enquanto teclista dos We Trust e dos There Must Be A Place, deu a conhecer 2 temas em nome próprio que rapidamente despertaram a curiosidade dos ouvidos mais atentos, dentro e fora de portas. A aventura LINCE tinha começado.

Os primeiros meses de 2017 foram repartidos entre o estúdio, a compor, e os palcos (Sofar Sounds, Lisboa Dance Festival, Alive), a testar e a aprimorar as novas composições. Quem assiste, refere Dillon, James Blake ou iamamiwhoami como anjos sonoros, mas a referência principal é a de que LINCE nos faz descobrir uma atmosfera muito própria, em que a eletrónica é ponderada com mestria com a sensibilidade e a emotividade que as palavras e a voz de Sofia impõem em LINCE.

Ao escutar os temas que integram “Drops”, o seu EP de estreia, é evidente uma aparente dicotomia entre emoções e sensações, entre temas de características dançáveis e outros de carácter contemplativo, entre diálogos e monólogos, assentes em bases sonoras que nos provocam ora a inércia ora o movimento.

 

Cafe concerto BLOOM

SEXTA-FEIRA, 27 de ABRIL, a partir das 23h00

Jardim Interior | Entrada gratuita

Bloom é a nova metamorfose de JP Simões, cantor e compositor português que passou por variados projetos como Pop dell'Arte, Belle Chase Hotel ou Quinteto Tati, e que nos últimos anos tem editado a solo.

"Tremble Like a Flower", disco de estreia de Bloom, foi coproduzido por Miguel Nicolau (Memória de Peixe) e foi lançado em finais de 2016.

“JP Simões reinventa-se, mudando tudo: nome, língua, referências. O produto final é de uma beleza perturbadora que nos causa arrepios.” (Revista Altamont)

 

 

AN EVENING WITH PAT METHENY cartaz face

 

 

AN EVENING WITH PAT METHENY
com Antonio Sanchez, Linda Oh & Gwilym Simcock

QUINTA-FEIRA, 28 de JUNHO, 22h00

Grande Auditório | 1h30 | M 6 anos | Entrada: 32,00 e 35,00 euros

Vencedor de 20 Grammys, o guitarrista Pat Metheny traz a Portugal a tour que iniciou em 2016 com uma série extensa de datas em todo o mundo. "An Evening with Pat Metheny" chega a Portugal em junho e julho de 2018 com quatro concertos em quatro cidades: Figueira da Foz, Lisboa, Castelo Branco e Porto.

Recentemente agraciado como membro do Downbeat Hall of Fame, sendo apenas o quarto guitarrista a consegui-lo (Django Reinhardt, Charlie Christian e Wes Montgomery), Metheny apresentará neste espetáculo uma variedade de música que cobre toda a sua vasta carreira.

Sendo conhecido pela sua exigência, Metheny juntou um grupo de músicos muito especiais que segundo o próprio “são capazes de tocar toda e todas as fases da minha música bem como proporcionar a capacidade de desenvolver algo novo, muito para além do que já estava feito”.

A acompanhar Pat Metheny estará Antonio Sanchez, na bateria, Linda Oh, no contrabaixo e Gwinlym Simcock, no piano.

 

 

 

 

Cartaz Stacey18 CAE low

 

 

Sexta-feira, 1 de JUNHO de 2018, 21h30

Grande Auditório

Stacey Kent dispensa quaisquer apresentações, sendo uma das artistas mais acarinhadas pelo público português, enchendo salas onde quer que actue. A sua simpatia, o amor e domínio da língua Portuguesa e muita bossa é algo que os fans já esperam da cantora mas desta vez, Stacey Kent tem uma proposta muito especial: Stacey Kent Symphonic!

Acompanhada pela Orquestra das Beiras sob direcção do Maestro António Vassalo Lourenço, Stacey Kent apresenta-se pela primeira vez acompanhada de orquestra e apresenta o seu mais recente trabalho “I know I dream – The Orchestral Sessions”.

Um espectáculo seguramente memorável e imperdível!

 

 

 

Ana bacalhau extra Frederico Martins web

 

 

ANA BACALHAU  -  Nome Próprio

SÁBADO, 7 de ABRIL, 21h30

Grande Auditório | 1h15 | M 3 anos | Entrada: 10,00 euros

"Tenho bichos-carapinteiros. Também são carpinteiros, claro, mas, sobretudo, carapinteiros." Ana Bacalhau anuncia a sua estreia a solo, após uma década a dar voz às canções dos Deolinda.

“Nome Próprio” é o título do muito aguardado álbum, editado em outubro de 2017, e assinala, para alegria da sua autêntica legião de fãs, a estreia a solo de uma das mais aclamadas intérpretes portuguesas. Este trabalho conta com canções escritas por nomes como Samuel Úria, Jorge Cruz, Nuno Prata, Afonso Cruz, Nuno Figueiredo, Capicua, Márcia, Carlos Guerreiro, Francisca Cortesão, António Zambujo e João Monge.

Ana Bacalhau prepara-se agora para transportar as novas canções para o palco, com a energia e entrega que se lhe conhecem, prometendo uma extensa digressão que vai passar pelo CAE.

 

 

cmffpb