Exposições

TV ZePenicheiro

 

 IMG 20240529 122102

 

 

 

Sala Zé Penicheiro

22 ANOS /22 ARTISTAS
30 de MAIO a 30 de JUNHO

"22 Anos / 22 Artistas" é uma mostra que reúne 22 trabalhos de 22 artistas plásticos que apresentaram as suas obras, nesta sala, desde a data da sua inauguração, em 2004.
Fazem parte desta exposição trabalhos de: Zé Penicheiro, Mário Silva, Cunha Rocha, Tesha, João Ricardo, Guilherme Agria, Norberto Guimarães, Parracho Alves, J. Eliseu, Conceição Mendes, Filinto Viana, António Menano, António André, Artur Franco, Miguel Fazenda, Ramiro Calouro, Fernando Saraiva, João Teles, António Agante, Arménio, Isabel Matos Neves e Ron Furtier.

Sala Zé Penicheiro | 2 de MARÇO a 26 de MAIO | Entrada livre

Horário:
Segunda a quinta-feira:
09h00 às 23h00
Sextas-feiras: 09h00 às 24h00
Sábados e feriados: 10h00 às 24h00
Domingos: 10h00 às 19h00

 

 
 

TV divas


SIAMO DONNE AS DIVAS DO CINEMA ITALIANO IMG 20240430 172630 

Sala Afonso Cruz

SIAMO DONNE - AS DIVAS DO CINEMA ITALIANO

1 de MAIO a 30 de JUNHO

Realizada no âmbito da Festa do Cinema Italiano no CAE, “Siamo Donne – As Divas do Cinema Italiano” é uma exposição fotográfica realizada em colaboração com o Museu de Cinema de Turim e é composta por 25 imagens icónicas pela mão de grandes fotógrafos italianos.
Uma exposição dedicada às divas e grandes atrizes italianas como Sophia Loren, Monica Vitti, Silvana Mangano, Claudia Cardinale, Alida Valli, Anna Magnani e muitas outras, que ao longo de um século marcaram profundamente o cinema italiano através da sua beleza e da sua representação e que são reconhecidas e admiradas em Itália e em todo o mundo.


Sala Afonso Cruz | Entrada livre
Horário:

Segunda a quinta-feira: 09h00 às 23h00
Sextas-feiras: 09h00 às 24h00
Sábados e feriados: 10h00 às 24h00
Domingos: 10h00 às 19h00

 

 
 

Cartaz expo Mario Soares web

 

MÁRIO SOARES
100 ANOS – 100 FOTOGRAFIAS – DEMOCRACIA

7 de DEZEMBRO de 2023 a 31 de DEZEMBRO de 2024 | Sala 2 e 3 | Entrada livre

A exposição “100 Anos – 100 Fotografias - Democracia”, da autoria de Alfredo Cunha, realiza-se no âmbito das Comemorações do Centenário do Nascimento de Mário Soares.
Alfredo Cunha nasceu em 1953, em Celorico da Beira. Em 1970 iniciou a carreira profissional em fotografia publicitária e comercial. No ano seguinte, estreou-se como fotojornalista no jornal Notícias da Amadora. Colaborou com os jornais O Século e O Século Ilustrado, com a revista Vida Mundial, com a Agência Noticiosa Portuguesa – ANOP e com as agências Notícias de Portugal e Lusa.
Foi fotógrafo oficial dos presidentes da República Ramalho Eanes e Mário Soares, e recebeu a Comenda da Ordem do Infante D. Henrique. Foi editor fotográfico em jornais como O Público e Jornal de Notícias. Em 2002 colaborou com Ana Sousa Dias no programa televisivo Por Outro Lado, da RTP2. De 2010 a 2012, foi diretor fotográfico da Agência Global Imagens. Atualmente trabalha como freelancer e desenvolve vários projetos editoriais.
Do seu percurso destacam-se as séries de fotografias dedicadas ao 25 de Abril de 1974, à descolonização portuguesa em Angola, Moçambique, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste e Cabo Verde, ao PREC (Processo Revolucionário em Curso, 1974-1975), à queda de Nicolae Ceausescu, na Roménia (1989), e à Guerra do Iraque (2003). Publicou diversos livros de fotografia.

Salas 2 e 3 | Entrada livre

Horário:
Segunda a quinta-feira: 09h00 às 23h00
Sextas-feiras: 09h00 às 24h00
Sábados e feriados: 10h00 às 24h00
Domingos: 10h00 às 19h00

 

 
 

Jardim Interior CAE DSC 9074

a partir de 24 de junho

Jardim Interior | Entrada livre

No dia 14 de novembro de 2019 o freixo do Largo da Misericórdia - Páteo de Santo António -, com cerca de 300 anos de idade e classificado em 2009 pelo ICNF como árvore de Interesse Público (ICNF: n.º processo KNJ1/537), foi abatido por motivos de debilidade e de segurança pública, após decisão devidamente sustentada em pareceres e avaliações técnicas e com a concordância do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas (ICNF).

Plantado há 300 anos em frente ao edifício do Convento, que hoje acolhe o Lar de Santo António, o freixo tornou-se uma árvore majestosa com uma forte presença no local onde era já carinhosamente designado de “Freixo de Santo António.” Em 2018, sucumbiu à tempestade Leslie.

Reconhecendo que esta árvore era uma referência daquele espaço e da memória coletiva dos figueirenses, representando um valor importante na história e no património local, o Município preocupou-se em perpetuar essa memória e o simbolismo a ela associado.

E porque as árvores não morrem, do “Freixo de Santo António”, o escultor Paulo Neves talhou as presentes esculturas: Santo António, São João, São Pedro e São Julião, quatro dos mais estimados Santos da Figueira da Foz, que permanecerão preservadas neste renovado jardim interior do CAE e que, pela sua originalidade, não serão indiferentes aos olhares de quem por aqui passa.

 

Horário:

De segunda a sexta-feira: 13h00 às 19h30
Sábados: 14h00 às 19h00
Domingos e feriados: Encerrado
Dias de espetáculo: até ao final do espetáculo

 

cae rodap

Gentes do Mar

 Partilhar Arte

spreads

ESCRITORES - Memórias e Olhares
Fotografias de Fernando Bento

Img Cat SUL SUL

SUL / SUL
Mário Tendinha

Esculturas de Rui Matos 

o luar da montanha suavemente ilumina
o ladrão de flores

Escultura de Rui Matos

 

conceicao ruivo

CR 50 Anos em Arte

Pintura de Conceição Ruivo

ribeirinho

De Cotovelos no parapeito...
Pintura de A. Ribeirinho

 victor costa

VICTOR COSTA - 40 Anos de Pintura
Emoções #7 – Fugas, Refugas

   

 

 

 

 

 

cae rodap

agenda
 
instagram png instagram logo site

cmffpb